Mensagens

Flashback: Preocupações Alimentares

Quando uma mulher descobre que está grávida, fica logo com mil e uma preocupações acerca de tudo e mais alguma coisa (ou pelo menos assim devia ser). O que é que pode e não pode fazer nesta nova fase da sua vida. E se há coisas que são mais óbvias e mais faladas (não beber álcool, fumar, consumir drogas...) outras já dão mais dores de cabeça, como o que se pode ou não comer. É que parecendo que não, não é um assunto consensual. Os próprios médicos e nutricionistas têm opiniões que às vezes são divergentes e se vamos comparar essas informações mais oficiais com as que lemos na internet ou noutros meios de comunicação social, ficamos com um nó na cabeça. E portanto, cá estou eu a escrever sobre isto para ser mais um artigo de Blog sobre um tema já muito debatido e que não vai dar mais nenhuma informação útil, apenas relatar a minha experiência. Vamos começar com a maior fonte de preocupações acerca da alimentação, a toxoplasmose. A toxoplasmose é uma doença infecciosa transmitida por um p…

Workshops e "Cérebro de Grávida"

Imagem
Um dos conselhos que me deram enquanto grávida, foi para aproveitar e fazer workshops sobre variados assuntos de maternidade, pois são uma boa ajuda e fonte de informação sobre o que aí vem, e ainda há a benesse que serem patrocinados por algumas marcas que nos podem dar amostras e miminhos.
E não, não é só por causa das prendas, mas temos de pensar que elas de facto dão uma ajuda e até porque poder experimentar produtos é muito bom para nos decidirmos a comprar coisas.
Ora, eu sempre adorei workshops e palestras e coisas do género e portanto sempre pensei que era coisa que queria fazer. Mas no inicio da gravidez não me sentia muito à vontade para me pôr no meio das grávidas, parecia que estava infiltrada. Planeei que a altura de Agosto/ Setembro devia ser o melhor para o fazer, pois já iria a meio da gravidez.
Primeiro de tudo, andei a fazer "pesquisa de mercado" para ver onde poderia encontrar tais workshops. Com o pesquisar de tantas coisas sobre bebés, foram aparecendo …

Rant: “Faz um clearblue digital!”

Juro que não percebo a obsessão que algumas pessoas têm com o Clearblue digital. Parece que este teste é a resposta para a vida, o universo e tudo o mais (e nós sabemos que não, a resposta certa é 42). Passo a explicar. Vêm alguém colocar uma dúvida, fez um teste e não percebe se aquilo deu positivo ou não, seja porque a risca é muito clarinha e tem dúvidas, seja porque não consegue acreditar na sorte (ou no azar) que teve, seja porque simplesmente não sabe ler instruções. Não interessa. Essa pessoa coloca a foto do teste e pede opinião: está grávida ou não? É certeiro que vai haver sempre uma alminha que vai dizer para fazer um Clearblue digital. Achas a linha muito clarinha? Faz um Clearblue digital que ele confirma. A linha não apareceu de todo? Faz um Clearblue digital que pode ser que aí dê positivo. A linha é bem visível? Parabéns, estás grávida, mas faz um Clearblue digital à mesma só porque sim. Acham esta última parte estupida? Pois, eu também. Ora se a própria pessoa admite qu…

Flashback: Ciclo menstrual, atrasos e sintomas

Quem planeia engravidar, convém conhecer os ciclos menstruais. Conhecer especialmente o próprio ciclo menstrual, mas conhecer no geral já é muito bom. Porque senão, não faz ideia de que engravidou e ainda vai parar ao hospital com uma crise de coluna/rins/intestinos e sai de lá com um bebé. Claro que este último exemplo é bastante extremista, mas possível de acontecer a quem não conhece o corpo. Ora vamos por partes. Primeiro, o ciclo menstrual. Podem pesquisar esta informação em variados sítios mais credíveis, mas aqui vai um resumo. O primeiro dia de ciclo começa a contar a partir do primeiro dia de menstruação (fluxo forte). Depois, começa a amadurecer um, ou vários, folículos que vão libertar o óvulo. O endométrio (revestimento do útero) começa a espessar para acolher o embrião. Esta é a chamada fase folicular. Aproximadamente 14 dias após o início da menstruação, o óvulo vai ser libertado, a chamada ovulação. Aqui é o período crítico para se engravidar, pois após a ovulação, o óvulo…

50%

E hoje começo as 20 semanas. Significa que vou a meio caminho. Como é que o tempo passou tão depressa? Amanhã ecografia morfológica, consulta com a médica na semana seguinte, tudo se encontra encaminhado. Outro assunto, reparei agora que tinha os comentários bloqueados ao público geral, precisavam de ter conta para comentar. A partir de agora é livre (e sim, estou preparada para o spam). See ya

Rant: Não escrever com pontuação

Chamem-me o que quiserem, mas se há coisas que odeio é quem não sabe escrever. Erros, todos nós cometemos (e estou à espera que vocês apontem algum que eu tenha cometido) alguns mais graves outros compreensíveis, mas o que não suporto mesmo são pessoas que escrevem como falam. E não estou a referir-me a usar expressões do dia-a-dia na internet, longe disso. Estou a falar daquelas pessoas que escrevem um texto todo numa tirada, sem usar uma única virgula, um único ponto final. Já nem falo em pontos de exclamação! (Viram o que eu fiz aqui? Eheh). Vejam o seguinte exemplo inventado por mim, mas baseado em muitos exemplos reais que eu tenho lido “Ai por favor ajudem-me é assim tomei a ultima pilula no dia x e depois tive relações não protegidas nos dias y e z mas agora não sei se estou gravida ou não porque na semana passada tive um corrimento estranho ainda estive a ver se seria nidação ou não mas disseram que não devia ser e para esperar fiz teste e deu negativo mas esta semana voltou a a…

Ginásio

Quando pensei em engravidar, uma das mil coisas que me passou pela cabeça foi o que fazer com o ginásio (sim, eu sofro muito por antecipação, então tenho tendência de pensar em demasia sobre coisas de maior ou menor importância). Desengane-se quem pensa que eu sou uma daquelas maluquinhas do ginásio (longe disso), mas uma das decisões que tomámos quando fomos viver juntos, foi frequentar um ginásio, não só para combater os quilinhos a mais (muito culpa também dos doces que entretanto aprendi a fazer e que ambos gostamos de comer) mas também porque tínhamos a consciência que tínhamos estilos de vida muito sedentários. Começámos por frequentar o ginásio naquela parte das máquinas, mas depressa nos apercebemos que o que gostávamos mesmo eram das aulas de grupo: BodyAttack e BodyCombat para os dois, eu pessoalmente também BodyBalance e frequentei uma ou duas aulas de Pilates. Mas, e se engravidasse, como iria ser? Nada como uma boa pesquisa na net para apalpar terreno e ter uma ideia do que …